As 10 mitos e verdade sobre oleosidade capilar




Os cabelos nem secaram direto e o efeito oleoso já pode ser visto a distância. Ele acaba com o volume, deixa um aspecto gorduroso e deixa o visual desleixado. Quem sofre com a oleosidade excessiva nos fios enfrenta tudo isso diariamente e ainda tem de lidar com os palpites dos conhecidos, indicando maneiras de aliviar o problema. 

O difícil mesmo é encontrar uma receita que funcione. Não adianta inventar muito, para diminuir a oleosidade dos cabelos é preciso lavar todos os dias, além de usar produtos específicos, como xampus adstringentes e cremes que esfoliam os fios e o couro cabeludo


deixar os mitos de lado contribui para que você não perca tanto tempo seguindo dicas que não funcionam. Acompanhe as sugestões  para sofrer menos com a oleosidade.




Só cabelos lisos são oleosos: mentira. Geralmente os cabelos finos, lisos e com pouco volume tendem a ser oleosos. Mas cabelos grossos e cacheados também podem sofrer com o problema. A diferença é que as ondas e o frizz impedem que o sebo seja espalhado pelo comprimento dos fios, então ele se concentra na raiz. 



Lavar os cabelos todos os dias piora o problema: mentira. Só a lavagem pode diminuir a oleosidade natural dos fios. Lavando os cabelos todos os dias, o aspecto gorduroso diminui e a produção desse óleo pode rarear


Xampu adstringente ajuda a diminuir a oleosidade: verdade. O xampu adstringente apresenta uma maior quantidade de lauril, (agente que trabalha na extração de resíduos nos fios), que ajuda a diminuir a oleosidade dos fios. 


Passar a mão nos cabelos aumenta a oleosidade: verdade. Os resíduos presentes nas mãos aumentam a oleosidade dos cabelos, deixando-os mais sujos e consequentemente com um aspecto mais gorduroso. Se você não resiste, o ideal é mantê-los presos. 


Quem tem cabelo oleoso não pode usar leave-in: mentira. A oleosidade só aumenta se o produto for passado na raiz dos cabelos. Mas, quando passado do meio até as pontas, ele aumenta o brilho e deixa os fios protegidos contra o excesso de poluição e os raios 
ultravioletas.


Passar talco ajuda a disfarçar o problema: verdade. O talco tem o poder de disfarçar o efeito oleoso nos cabelos. Mas, a diferença não é muito grande e existem riscos do couro cabeludo apresentar alguma rejeição ao produto, havendo coceira, por exemplo. 



Cabelos oleosos crescem mais rápido: mentira. O crescimento dos cabelos está diretamente ligado ao DNA de uma pessoa. O fato de eles serem oleosos ou secos não interfere em nada. 



As caspas são características exclusivas dos cabelos oleosos: mentira. As caspas podem ser características de problemas do couro cabeludo em geral, e não necessariamente do couro cabeludo oleoso. Mas o excesso de sebo pode favorecer o aparecimento do problema, principalmente se houver resíduos de xampu e condicionador na cabeça. Secar os fios com o secador e evitar dormir com eles molhados contribui para diminuir a caspa. 


Lenços e bonés aumentam a oleosidade: verdade. Quando o couro cabeludo é abafado, acontece um aumento da produção natural do óleo. Quem já apresenta o problema deve evitar o uso desses acessórios. 


Cabelos oleosos não precisam de hidratação: mentira. Os cabelos oleosos também precisam de hidratação, principalmente para evitar o enfraquecimento dos fios. O ideal é usar produtos específicos e aplicar somente do meio até as pontas.




Posts Relacionados

0 comentários